domingo, junho 15, 2008

Se estou de volta? Nem por isso...

Mas hoje sinto necessidade de escrever... nem sei bem sobre o quê, sobre o que sinto? O que tenho passado ao longo desta semana? Ou a bela anedota que o meu sobrinho me contou, que fiquei de boca aberta sem saber o que responder...
Faz hoje precisamente uma semana que comecei a olhar-me de forma diferente.
Sempre me achei uma pessoa forte, justa, amiga, capaz de ultrapassar as dificuldades com alguma facilidade e radical nos cortes necessários.
Há pouco mais de um mês, um determinado acontecimento criou em mim uma série de conflitos internos, em relação ao passado, ao presente e ao futuro.
Neste momento não me reconheço, cheguei a um ponto em que nada daquilo que pensava que era, sou na realidade e sinceramente... não gosto...
Sinto-me triste, magoada, mal tratada, injustiçada e desiludida. Acho que cheguei ao meu limite. Sinto-me cansada.
Sempre achei que não precisava de ninguém, cortava radicalmente com determinadas situações e era fácil mas na realidade tinha sempre uma pessoa ali para mim, neste momento não tenho, pela primeira vez na minha vida senti-me sozinha.
Nem mesmo a minha melhor amiga esteve lá... Fez mais uma amiga que me conhece há menos de um ano, que a minha melhor amiga que me conhece quase há vinte...
É certo que a questão com a minha melhor amiga foi esclarecida e explicada mas a desilusão não deixou de existir, a mágoa esteve lá.
A culpa é minha, eu com a mania que sou forte e que não preciso de ninguém, não sei pedir ajuda...
Hoje estive com o dedo no botão do delete para apagar este blog. Mas para quê? Para depois fazer outro? Sim, não me ia aguentar sem estar na blogoesfera mas não, adoro este bloguito, em vez disso resolvi postar.
Ainda me sinto ausente de mim própria mas agora com vontade de me encontrar. Estou cansada de complicações, gosto das coisas simples, portanto vou descomplicar estes conflitos e logo, logo estou de volta.
Até...

17 comentários:

Anónimo disse...

Ola narizinha..... sei bem o que é isso de "magoa" e de se sentir "sozinha"....ainda que nos forcemos a isolar...
Acho que sinceramente o tempo tudo cura tudo....ou quase tudo!
Quanto ao delete....ainda bem que tiveste esse descernimento....pois nao és a unica a gostar deste cantinho!

Um grande beijinho...
Sweet Porcupine (still remember me?)

Hipi disse...

Em certo momento na nossa vida, sentimos que não somos quem pensamos ou gostaríamos de ser...certo momento porque é também esse o momento exacto para reflectir e escolher o caminho a seguir para nos tornarmos quem realmente queremos ser. Tudo o que está para trás não podemos apagar e faz parte do que fomos, somos e seremos, com tudo de bom e de mau que isso nos dá!

Anónimo disse...

....de quem é esta banda sonora???É que ando louca para tentar saber!!....diz pleeaasseee!!!

Gracie

Narizinha disse...

sweet p, bons narizes lhe cheirem! ;o)
O tempo ajuda em tudo...

hipi, sem dúvida!

Gracie, Brandi Carlile - The Story.
É linda a música não é?

cumplicidades disse...

Apagar o Blog???? Pront(es) agora é que a menina ficou atarantada!

Vou ensinar-te uma coisa...as palavras delete e blog não são sinónimos, ok????

Espero que voltes bem rápido e com essa cabecinha no lugar...ou talvez com esse nariz no lugar :o) usa-o bem para "farejar" o teu caminho e para saires dessa ausência.

Beijos cúmplice

Jotinha disse...

Lá porque não sabes onde puseste a capa de super mulher não quer dizer que esteja tudo perdido...fase menos boa...sabes bem que há coisas piores na vida! Parar e vermos que mudámos também não é mau...há pessoas que aparecem na nossa vida com esse intuito!
Quanto ao blog...nem comento!
És forte, sei que não vais ficar assim muito tempo, estarás mais forte para encarar a vida...
Estou longe...mas muito perto de ti...mesmo que não o sintas!

beijos, como sempre muitosssssss

Nuno disse...

olá! As melhoras para ti! Ter um blog, permite-nos desabafar nos momentos maus e bons. Espero que ultrapasses isso da melhor maneira! beijos

Viz disse...

8ª narigada: Cuida de ti! (that is an order darling)
Beijokas

Adoa disse...

Estarmos sozinhos é realmente das piores coisas que há.
Felizmente há sempre remédio e a vida trata disso.
Bons dias virão para ti, tenho a certeza.
Até, mantem-te calma e com esperança.

Beijos

Poppie disse...

infelizmente é sempre nos piores momentos que percebemos com quem podemos ou não contar... um episódio de alguns meses na minha vida também me deixou assim... sozinha e e a dúvidar... frase feita, eu sei... mas... o tempo vai serenando as coisas...

A que te vai morder... disse...

Focinha, como hoje estou, outra vez, num dia de fúria...aqui vai:
CHEGA!!!PEGA O BICHO PELOS CORNOS E VAI À VIDA!! Tu não és vítima de nada...ou será que não foste tu própria que te meteste mesmo a jeito para a confusão?
Ai de ti que faças outro post "tipo all alone e miserável", sou eu quem TE APAGA O BLOGUITO!!! E nem te beijo...senão mordo!! lol.

Narizinha disse...

cumpli, e se estiver constipada como é que faço?
:oP

Aos poucos vou encontrando, não te preocupes...

jotinha, a capa de inverno já guardei, a de verão foi para lavar e está a secar, com o solinho bom que está, num instante está seca!!
;o)

nuno, claro que sim, o tempo ajuda em tudo!
;o)

viz, yes m´am!
;oP

adoa, há determinadas esperanças que nos fazem mal... a essas estou a fechar as portas mas já abro outras!
Obrigada,
:o)

poppie, o tempo... este "rapaz" tem-me ajudado sim e com sol melhor ainda!
:o)

ó gaja que tem a mania que tem dentes para morder, lá por teres cabelo de cocker não quer dizer que saibas morder!! :oP
Sou uma vítima sim, nas tuas mãos!!
Sei que fui um alvo fácil e meti-me a jeito sim, a ingenuidade em acreditar que, como não faço mal a uma mosca, ela não pica, levou-me a isso. Aprende-se vivendo...
Agora, pegar o bicho pelos cornos não faz o meu género!!
Amiga, há dias melhores e dias piores, não te enerves mulher, estou quase lá!
Morde, morde, que eu gosto!! Eheheh
:oP

vfan disse...

O mar, por norma, é um bom Amigo. Sentar na areia de uma qualquer praia só a olhar e a pensar, as respostas vão surgindo, alguma mais rápido outras puxadas a ferros. Nada justifica apagar uma parte de nós, com é este blog uma parte de si. A vida está cheia de encontros e de reencontros, por vezes com nós próprios (são, até, os mais importantes). Calma, Amor e Sol, devem ajudar.

Um beijinhos amigo,

vfan

Maria Papoila disse...

Força, pega a vida pelos cornos e deita tudo cá pra fora, estamos aqui para o que der e vier.

cumplicidades disse...

Oh gata constipada!!! e o 6º sentido feminino??? Vais ver que consegues...

Beijos godinhos e fofinhos (como muito boa gente...ehehe)

Amelia disse...

Narizinha: descansa, relaxa e verás que as más ondas acabam por irem parar onde devem: na merd@!
Dar a volta implica que estejas descansada para virares a página. E é certo para todos os teus leitores, que vais conseguir. O teu Blog é excelente, mas tu és mais do que o Blog. Usa-o para te tornares mais feliz. Afinal, o que conta são as pessoas. E o meu sobrinho felpudinho (como é que ele está?).

Trureloo,
Amélia

G. disse...

Ainda bem que não desististe do blog!
Sinal bom de que apesar de tudo sabes que podes contar com quem nao conheces!
Além do mais, se já estás na solidão, sentir-te-ias pior sem o blog (fala a voz da razão).
Acredita que escrever sem sabermos quem nos lê ajuda e bastante, porque facilita as cutas e rápidas aberturas da nossa caixa de pandora.
O mais importante é NUNCA te esqueceres que SÓ nao estás!
Ha momentos da nossa vida que de facto marcam pela negativa, mas nessas alturas temos que ir buscar forças dentro de nós e DAR A VOLTA, recuperar as energias perdidas, e saber tirar proveito a nosso favor desses momentos menos bons.
Eu costumo dizer que RECICLO os meus sentimentos, cada vez que passo por uma fase menos boa! porque reciclar é sinonimo de querer mudar, e mudar é o caminho mais correcto no combate à solidão.
As vezes estamos como estamos (Sós) por culpa nossa, portanto temos que mudar de atitude, seguir em frente, e corrigir as nossas falhas: RECICLAR!
Não te conheço, mas gosto de ti!
Pela escrita denota-se que tens bom carácter! Deves ser boa pessoa!
Portanto ERGUE A CABEÇA, E RECICLA!

Beijos
G.