domingo, maio 25, 2008

Insultos


Ontem, depois da festa, fui de boleia com uma amiga. Carro cheio de mulheres alcoolicamente bem dispostas que resolveram (eu incluída!) abrir as janelas dos carros e gritar para tudo o que mexesse.
A condutora, que estava chateada com algo, começou a insultar as hipotéticas pessoas que estariam na rua, chamando de p... para cima. (Como é óbvio não havia ninguém!)
Claro que todas nós começamos a gritar de janelas abertas para a rua.
Eu não digo asneiras... no meio de tantos insultos também queria descarregar e num pequeno momento de silêncio, numa pausa entre gritarias saiu-me isto:

- SUA FRÍGIDA!


Soltou-se uma gargalhada geral dentro daquele carro...
Claro que me soube a pouco, por isso não aguentei e soltei uma data de asneiras logo de seguida...

Ainda me apetece insultar, não descarreguei tudo ontem... hoje estou azeda...


5 comentários:

Dantins disse...

Sorte a minha que também fui à festa, mas que não me cuzei convosco no fim, senão lá teria que retribuir a frigidez :))

Narizinha disse...

dantins, "cuzei" é que não!! Eheheh
Claro que não chamamos nomes a ninguém, não estava ninguém na rua áquela hora!!
:o)

Dantins disse...

Tens razão, não cuzei, nem me cruzei contigo :))
Sim, àquela hora estava tudo recolhido menos as meninas da Lesboa!

Jotinha disse...

lol, sorte a das amigas...eu cá tenho aquelas imagens da Narizinha a entrar no taxi e a adormecer no imediato logo depois das Lesboa's!

(estou a ver que foram o caminho todo a falar de motas) :P

Beijos muitos no coração

Narizinha disse...

dantis mas nem às meninas da Lesboa foram direccinados insultos!
:o)

jotinha, por acaso de motas não se falou!!
Essa noite foi demais e essa viagem de táxi então nem dá para acreditar, só acredito (pois, não me lembro mesmo!) porque tu confirmas a história!
Tenho saudades tuas!
Beijos muitossss
:o)