terça-feira, setembro 19, 2006

Tudo se resume ao mesmo...

Hoje cedo, a caminho do meu local de trabalho lembrei-me de um assunto para fazer um post.
À tarde assisti a uma degradante cena de um filme de péssima categoria que nem sei bem se merece ser relatado, mas na verdade há um certo relacionamento entre estes dois assuntos e tudo se resume ao mesmo... SEXO.
O meu local de trabalho está em obras, resultado, este mês tenho ido para outro lado, bem mais longe, por onde passo para lá por uma estrada de prostitutas e para cá, por uma estrada de prostitutos e a diferença é notória...
Até na prostituição há discriminação entre homens e mulheres.
As mulheres, às 9 da manhã, estão de mini-saias, ou vestidos bem curtos com um frio de rachar, em pé, com as suas poses fantásticas de mulheres fatais... (para lá estarem a estas horas é porque têm clientes...)
Quando vou embora, por volta das 14h30, tenho de passar novamente na estrada delas e lá estão, nos mesmos locais, nas mesmas posições.
Para encurtar caminho viro numa outra estrada e passo para a zona deles...
Vestidos de calças de ganga, t-shirt ou camisola, sentadinhos dentro dos seus carros a ler um jornal...
Costumo dizer que "todas as putas têm sorte"... Bom, vou deixar de dizer, porque realmente eles têm muito mais sorte que elas...
Ok, chegado a casa, comi qualquer coisa e como o tempo estava bom, fui à praia.
Gosto da praia 17, gosto da esplanada, bebo sempre o meu café e depois faço uma caminhada para uma zona mais calma.
Estou farta de homens nus!!!
Aqui há uma zona de prostituição masculina, mais discreta mas não deixam de parecer cogumelos que do nada surgem nas dunas!!
Encontrei uma zona para ficar, estendi a toalha, tirei a roupa, ajeitei-me e lá fechei os olhos.
Em todo o lado há tarados, mas sendo esta uma zona predominantemente masculina, fico descansada porque eles andam à procura de outra coisa.
Senti que passava alguém perto de mim e resolvi abrir os olhos e realmente passava um homem que em nada foi discreto e não parava de olhar para as minhas Twin Peaks, como recentemente descobri como se chamavam...
Quando dei conta este fulano sentou-se perto de mim...
Ora bolas, com tanta praia, com tanto areal, tinha de estar ali ao lado??
Deitou-se de barriga para baixo, todo nu, a olhar para mim, ao que vejo uma movimentação estranha... nem quis acreditar...
Aquela posição não devia ser cómoda, resolveu sentar-se, virado para mim, para terminar o serviço.
O que dá na cabeça destes homens para fazer estas coisas? Isto é degradante...
Eu sentei-me, olhei para esta criatura, (já me chamaram de ninja pelos olhares fulminantes que lanço...) deve ter percebido que eu não estava a achar gracinha nenhuma, levantou-se, tapou-se com a toalha e foi embora...
Fica assim neste estado por ver um par de mamas?
O que estaria este homem à espera?

2 comentários:

AR disse...

Não sei do que ele estaria à espera, mas sei porque prefiro as mulheres :p

Narizinha disse...

Também eu sei, ar, não haja dúvidas!!!! :o)
Para não falar das inúmeras razões, apenas digo uma, a mulher não faz o que este homem fez...
Obrigada pela visita!